Como funciona o pós-operatório para a Vibrolipoaspiração?

Como em qualquer outro procedimento cirúrgico, fatores como a experiência do profissional do médico cirurgião, a infraestrutura da clínica escolhida e os cuidados pós-operatórios são requisitos básicos para evitar complicações posteriores e atingir o resultado esperado. Por isso, com a vibrolipoaspiração essa atenção não pode ser diferente!

Essa técnica, em específico, é aplicável em todas as regiões do corpo e é indicada para reduzir a gordura localizada e acentuar os contornos de forma segura, menos invasiva e, consequentemente, menos dolorida se comparada a lipoaspiração convencional, pois utiliza microcânulas (tubos finos). Nesse procedimento normalmente não são necessários pontos, uma vez que os furinhos são tão pequenos que a partir do dia seguinte a cirurgia começam a cicatrizar. Entretanto, alguns cuidados pós-operatórios são essenciais.

Pensando nisso, as Clínicas Lipari disponibilizam aos seus pacientes uma equipe de fisioterapeutas dermato-funcionais que desenvolvem um programa de tratamentos sob medida para ajudar na recuperação. Confira a seguir, os detalhes sobre as três etapas do processo pós-operatório da vibrolipoaspiração:

01. Fase inicial | Técnica do Kinesio Taping

Também conhecida como bandagem neuromuscular, a técnica do Kinesio Taping consiste na aplicação de uma faixa elástica e autoadesiva sobre a pele para mobilizar o tecido em processo de cicatrização e, consequentemente, melhorar a atividade muscular, evitar fibroses e estimular a circulação do local.

Saiba mais sobre o taping / bandagem neuromuscular.

02. Fase intermediária | Técnica LTF

A LTF (Liberação Tecidual Funcional) é uma técnica manual de mobilização tecidual que reorganiza as estruturas do tecido da pele em fase de cicatrização, prevenindo e tratando fibroses e devolvendo a flexibilidade do local. Essa técnica costuma ser adotada a partir do dia seguinte a cirurgia, de acordo com a indicação médica.

03. Fase tardia | Drenagem linfática manual

A drenagem linfática manual drena o excesso de líquido que fica acumulado no organismo após a cirurgia e contribui na redução de edemas e hematomas, acelera a cicatrização, previne fibroses, elimina o excesso de líquidos e, ainda, funciona como um relaxante aos pacientes.

Saiba mais sobre a drenagem linfática manual na unidade estética das Clínicas Lipari.

Fique atento! Além desses cuidados, os profissionais orientam que o paciente use cinta compressiva por, no mínimo, 40 dias, mantenha uma alimentação saudável e realize os tratamentos indicados pelo médico. Dessa forma, o resultado será sempre mais positivo!

E então, ficou com alguma dúvida? Saiba como funciona o pré-operatório da vibrolipoaspiração e também leia tudo sobre a Vibrolipari - que é a forma como as Clínicas Lipari fazem a vibrolipoaspiração. Você pode também entender melhor sobre os procedimentos mais adequados para o seu corpo agendando uma consulta!